top of page
Conversas de escritório

TREINAMENTOS

Nossos treinamentos inovadores capacitam equipes com habilidades práticas e conhecimento avançado, promovendo um ambiente de trabalho inspirador e impulsionando a excelência em cada projeto.

01.

ANALISTA DE

QUALIDADE

O Analista de Qualidade é o profissional responsável por atuar com auditorias internas e externas, fazendo a elaboração de normas e procedimentos e não conformidades dos processos. Elabora e revisa manual de qualidade, manual de fornecedores, procedimentos e instruções do trabalho visando à padronização dos processos de qualidade. Realiza análises pelo planejamento e sistematização das atividades relativas à área de qualidade de acordo com a política definida pela empresa, definir os controles preventivos, constatar e corrigir deficiências que possam surgir em equipamentos, dispositivos ou máquinas, monitorar ações corretivas, atendimento a auditorias internas e externas, administrar o uso de instrumentos de medição, entre outras atividades.

02.

APQP - PLANEJAMENTO AVANÇADO DA QUALIDADE DO PRODUTO

O APQP tem a sigla para o termo em inglês Advanced Product Quality Planning ou Planejamento Avançado da Qualidade do Produto, é uma série de procedimentos e técnicas usadas para gerenciar a qualidade produtiva. Estes procedimentos foram desenvolvidos e padronizados pela AIAG (Automotive Industry Action Group), – formado pela empresas do ramo automotivo General Motors, Ford, Chrysler e seus fornecedores. O APQP é utilizado em empresas de diversos portes, especialmente no ramo automotivo, a fim de assegurar a qualidade dos produtos e processos desenvolvidos em sua planta, e é regido pelo manual do APQP. 

03.

AS 7 FERRAMENTAS 

DA QUALIDADE

As 7 Ferramentas da Qualidade são uma denominação para técnicas gráficas específicas identificadas como as mais úteis na resolução de problemas que têm relação com o conceito de qualidade. Elas algumas vezes podem ser chamadas de sete ferramentas básicas, uma vez que servem adequadamente pessoas com pouco treinamento formal em estatística e porque podem ser usadas para resolver a maioria dos assuntos relacionados à qualidade. As Ferramentas da Qualidade são: Fluxograma, Carta de Controle, Diagrama de Causa e Efeito, Folha de Verificação, Histograma, Gráfico de Dispersão e Diagrama de Pareto.

04.

AUDITOR INTERNO ISO9001:2015

O Auditor Interno ISO9001:2015 é o profissional responsável por auditar processos internos dos departamentos de manutenção, coordenando os programas de auditoria interna dos sistemas e procedimentos relacionados com a qualidade em especial a Norma ISO9001:2015. Atua na área nas auditorias, sendo responsável por desenvolver atividades na área da qualidade e auditoria, realiza análise de dados e inspeção da qualidade, fazer relatórios de análise se reportando a gestão da área, identifica não-conformidades e recomendando as providências corretivas. Realiza o acompanhamento das recomendações feitas às áreas auditadas para verificar a sua implementação, entre outras atividades.  

05.

CEP - CONTROLE ESTATÍSTICO DE PROCESSO

O Controle Estatístico do Processo (CEP) é uma ferramenta que tem por finalidade desenvolver e aplicar métodos estatísticos como parte de nossa estratégia para prevenção de defeitos, melhoria da qualidade de produtos e serviços e redução de custos.  A carta de controle é um tipo de gráfico utilizado para o acompanhamento de um processo. Este gráfico determina estatisticamente uma faixa denominada limites de controle que é limitada pela linha superior (limite superior de controle) e uma linha inferior (limite inferior de controle), além de uma linha média. 

06.

CRONOMETRAGEM E CRONOANÁLISE

A Cronometragem e a Cronoanálise realizam o estudo dos Tempos Padrões das Operações Produtivas da empresa, estabelecendo Concessões e Interferências de acordo com a característica de cada área e de cada posto de trabalho. Também é capaz de identificar todos os Minutos Improdutivos durante o processo, fazendo um estudo de cronoanálise que permita ao corpo gerencial melhorar a performance do seu sistema de gestão agindo pontualmente nos motivos que geram estas perdas. 

07.

CUSTOS DA QUALIDADE 

O Custo da Qualidade é a soma dos custos envolvidos no processo para se atingir os padrões de qualidade pré estabelecidos no projeto do produto ou serviço. É um sistema utilizado para identificação destes custos a fim de quantificar os componentes envolvidos na produção de produtos de alta ou baixa qualidade, na tentativa de reduzir ao máximo o custo total da produção. 

08.

FERRAMENTAS DO LEAN MANUFACTURING

As Ferramentas do Lean Manufacturing foram criadas pelo Sistema Toyota de Produção, que se baseia numa abordagem sistemática para identificar e eliminar o desperdício (aquilo que não agrega valor) através da melhoria contínua, com fluxo de material puxado, buscando qualidade total. Algumas das Ferramentas do Lean Manufacturing são: Kanban, Poka Yoke, SMED, Gemba Walk, Andon, Análise Gargalos, Just in Time, TPM, Jidoka, KPI's, OEE, PDCA, Tempo Takt  entre outras.

09.

FMEA - ANÁLISE DE MODO

E EFEITO DE FALHA 

O FMEA (Failure Mode and Effect Analysis) é um método utilizado para prevenir falhas e analisar os riscos de um processo, através da identificação de causas e efeitos para identificar as ações que serão utilizadas para inibir as falhas. O FMEA tem por objetivo identificar, delimitar e descrever as não conformidades (modo da falha) geradas pelo processo e seus efeitos e causas, para através de ações de prevenção poder diminuí-los ou eliminá-los. Modo de falha está relacionado ao fato de como um processo pode ser levado a operar de maneira deficiente e é composto por três elementos: efeito, causa e detecção. 

10.

INSPETOR DE QUALIDADE

O Inspetor de Qualidade é responsável por garantir os mais altos padrões de excelência na produção e fabricação de bens de consumo. Esse profissional é importante para todas as fases do processo de produção: desde a introdução dos primeiros componentes, ingredientes ou elementos até a embalagem do produto final.  Os inspetores de CQ examinam cada passo em busca de falhas, defeitos ou manchas. 

11.

INTERPRETAÇÃO DE REQUISITOS ISO9001:2015

A Interpretação de Requisitos Norma ISO9001:2015, tem o intuito de capacitar os profissionais na interpretação e implementação dos requisitos da ISO 9001:2015; Proporcionar uma visão abrangente sobre os conceitos, fundamentos e os 7 princípios da Gestão da Qualidade baseado na norma ISO 9001:2015 

12.

KAIZEN - PROGRAMA DE MELHORIAS

O KAIZEN é uma palavra constituída de dois ideogramas: Kai, que representa mudança, e o Zen, virtude ou bondade. Trazendo mais para perto de nós, Kaizen significa mudança para melhor e é uma ferramenta utilizada para a melhoria contínua. Surgiu no Japão após a Segunda Guerra Mundial, sendo que seu conceito tem origem industrial. O Programa de Melhorias tem como seus principais objetos: Melhoria de Processos, Melhoria do Produto, Redução de Custos, Aumento na Satisfação dos Clientes e Colaboradores, Mais Segurança, Redução de Desperdícios e Aumento na Produtividade.

13.

MASP 8D - METODOLOGIA DE ANÁLISE E SOLUÇÃO DE PROBLEMAS

O MASP - Método de Análise e Solução de Problemas é uma metodologia estruturada utilizada para resolução de problemas complexos em processos, produtos e serviços em organizações. Trata-se de uma metodologia para melhorias, que contrasta com as metodologias de melhoria incremental. É um caminho ordenado, composto de passos e sub-passos pré-definidos para a escolha de um problema, análise de suas causas, determinação e planejamento de um conjunto de ações que consistem uma solução, verificação do resultado da solução e realimentação do processo para a melhoria do aprendizado e da própria forma de aplicação em ciclos posteriores ou 8 Disciplinas. 

14.

PPAP - PROCESSO DE APROVAÇÃO
DE PEÇAS DE PRODUÇÃO

O PPAP - Processo de Aprovação de Peça de Produção é um processo padronizado nas indústrias automotiva e aeroespacial que ajuda fabricantes e fornecedores a se comunicarem e aprovarem projetos e processos de produção antes, durante e depois da fabricação. Criado com a esperança de promover uma compreensão mais clara dos requisitos dos fabricantes e fornecedores, o PPAP ajuda a assegurar que os processos usados para fabricar peças possam reproduzir consistentemente as peças durante as corridas de produção rotineiras. 

15.

PROGRAMA 5S

HOUSEKEEPING

O Programa 5S consiste na adoção de cinco passos, à primeira vista bem simples, com o objetivo de embasar o desenvolvimento da qualidade. Os princípios são: o da organização, o da arrumação ou ordenação, o da limpeza, o da manutenção e o da disciplina. A razão de o nome ser “5S” reside no fato das palavras que designam os cinco princípios na língua japonesa começarem com a letra “S”  Seiri,  Seiso, Seiton, Seiketsu,  Shitsuke , 

Outros serviços

escritório|gabinete|agência|posto

Auditorias

Realizamos auditorias

rigorosas e abrangentes para garantir a conformidade de sua empresa com os mais altos padrões de qualidade, proporcionando tranquilidade

e confiança aos nossos clientes com um processo eficiente.

reunião de negócios

Consultorias

Oferecemos consultorias especializadas sob medida para impulsionar a eficiência operacional e promover o crescimento sustentável, transformando desafios em oportunidades e elevando o desempenho empresarial.

Espaço de trabalho compartilhado

Mentorias

Nossas mentorias personalizadas oferecem orientação estratégica e insights especializados, ajudando líderes a aprimorar habilidades, tomar decisões informadas e alcançar o sucesso empresarial duradouro.

CLIENTES

Estamos trabalhando com o Fabrício há algum tempo, desenvolvendo um projeto de reestruturação em toda nossa empresa. A evolução já é perceptível. Fabrício é muito atencioso e educado, além de estar tão dedicado quanto nós, na busca de resultados. Ótimo profissional!

Thaís D.

CONTATO

ou se preferir envie
uma mensagem no What's App

Obrigado pelo envio.

The Training You

search  not listed?

Don't worry, let me understand your need, we will  help you out!

bottom of page